Notícias

SPTC PELA RAFA

 

Todos pela Rafa

A pequena Rafaela Figueiredo Silva, a Rafa, de apenas 8 meses está precisando da nossa ajuda. Recentemente os pais Rubens Rafael da Silva (Auxiliar de Autópsia lotado na Regional de Polícia Técnico-Científica de Anápolis) e Andreia Cristina Figueiredo descobriram que a filha está sofrendo de um dos tipos mais graves de câncer no sangue, leucemia mieloide aguda. Por ter menos de um ano de idade, o quadro de saúde passa a ser ainda mais grave. Mesmo fazendo o tratamento com quimioterapia, a cura da doença só se dá com o transplante de medula óssea.

A pequena guerreira não têm irmãos ou familiares com compatibilidade, por isso entrou na fila de espera por um doador. Encontrar um doador compatível é muito difícil, a chance em média é de um em cem mil. Diante do caso, estudantes alunos do Rubens se solidarizaram com a causa e criaram uma campanha a fim de incentivar o maior número de pessoas a se cadastrarem como doadores. A campanha, ficou conhecida pela hashtag #TodosPelaRafa, e já ganhou página no Facebook e no Instagram. É importante ressaltar que se cadastrar como doador pode ajudar não só a Rafa, mas milhares de outras pessoas que também estão nessa fila de espera.

Além de doadores de medula óssea, a Rafa também está precisando de doações de sangue. As doações devem ser feitas no Hemolabor, situado na Rua 5 A, n. 90, Setor Aeroporto, Goiânia, no nome dela.

O que é necessário para ser um doador

Os interessados em doar devem procurar o Hemocentro de sua cidade e devem preencher os requisitos:

  • Ter idade entre 18 e 55 anos;
  • Estar com boa saúde;
  • Não ter ingerido bebida alcoólica ou fritura (Não é necessário estar em jejum);
  • Levar documentos pessoais e comprovante de endereço com CEP.

O procedimento de coleta é rápido e simples. São coletados 10 ml de sangue do doador para análise, tipificação e testes genéticos. Os dados do doador são cruzados com os dos pacientes, caso seja encontrado compatibilidade entre doador e paciente, o doador será contatado para que seja consultado para se decidir sobre a doação e posteriormente realizar novos exames.

Os dados do doador são inseridos no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME). Caso você já seja um doador, ou se cadastre como um, é necessário manter seus dados sempre atualizados no site do REDOME.

Hemocentro de Goiânia

  • Endereço: Av. Anhanguera, 5195 – Setor Coimbra – Goiânia – CEP: 74.535 – 010
  • Telefones: (62) 3201- 4570 / 3201 – 4574

Coleta em Anápolis

Em Anápolis, o Instituto Onco-Hematológico fez parceria com o Hemocentro de Goiás (HEMOGO) para cadastrar o maior número de doadores de medula óssea:

  • Data: 02 e 03 de dezembro de 2016;
  • Horário: 09:00 às 16:00;
  • Local: Instituto Onco-Hematológico de Anápolis;
  • Endereço: Rua Washington de Carvalho, 155 – Centro – Anápolis – Goiás;
  • Telefone: (62) 3327 – 0697.

Coleta em Silvânia

Silvânia também se solidarizou com o caso da Rafa, segue as informações sobre a coleta:

  • Data: 12 e 13 de dezembro de 2016;
  • Horário: 09:00 às 17:00 (dia 12) / 08:00 às 16:00 (dia 13);
  • Local: Hospital Nosso Senhor do Bonfim;
  • Endereço: Av. Dom Bosco, 978 – St. Central – Silvânia;
  • Telefone: (62) 9 9941 – 3759 (Contato: Ângela).

Coleta em Itapuranga

Itapuranga também terá posto de coleta:

  • Data: 29 de novembro de 2016;
  • Horário: 08:00 às 21:00;
  • Local: Faculdade Itapuranga (FAI) / Sala 001;
  • Endereço: Rua 47-A, Q.E. – Centro – Itapuranga – Goiás – CEP: 76.680-000;
  • Telefone: (62) 3312 1009.

A SPTC conta com o apoio de todos os servidores no caso da Rafa. Vamos juntos, Todos Pela Rafa.

LOGO

Polícia Científica: Ciência em favor da Verdade

 

 

Botão Voltar ao topo
Pular para o conteúdo