Governo do Estado inaugura Núcleo de Polícia Científica de Itumbiara

Fonte: A A A

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP), inaugura amanhã, 29 de junho, quinta-feira, às 8h30, o 12º Núcleo Regional de Polícia Técnico-Científica, em Itumbiara, na região Sul do Estado.

A solenidade de inauguração será realizada na Rua 23 nº 330 quadra 63, no Parque Vale dos Buritis, com a presença do governador Marconi Perillo, do vice-governador José Eliton, da Superintendente da SPTC – Rejane Sena Barcelos, do Coordenador do Núcleo – José Aparecido Gerardi, entre outras autoridades e lideranças locais.

O 12º Núcleo integra a Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC) e atenderá todo o  Sul do Estado, contemplando os municípios de  Itumbiara (cidade sede), Água Limpa, Bom Jesus de Goiás, Buriti Alegre, Cachoeira Dourada, Goiatuba e Panamá.

A construção ficou orçada em R$ 3,4 milhões, financiados pelo governo do Estado junto ao Banco do Brasil. Somados os investimentos em equipamentos, o total apurado será superior a R$ 5 milhões. Os equipamentos  e mobiliário em geral foram adquiridos diretamente pela SPTC.

O 12º Núcleo Regional de Polícia Técnico-Científica de Itumbiara será chamado de Alcides Cotta Pacheco Filho, conforme a Lei 18.795, de janeiro de 2015, aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado de Goiás.

Alcides Cotta Pacheco Filho era médico anestesiologista e morreu aos 48 anos, em março de 2014, vítima de acidente rodoviário.

estruturaItum 2

As obras da sede do 12º Núcleo da SPTC foram executadas pela Agetop (Agência Goiana de Transportes e Obras) e a área construída é de 1.261,65m².

O Núcleo de Itumbiara conta com:

 

– Laboratório de Balística, possuindo isolamento acústico (exames de caracterização e funcionamento),
– Laboratório Químico (exames de constatação de entorpecentes),
– Consultório médico, adequado para realização de exames em vivos
– Sala de necropsia especial (cadáver em decomposição), separada da necropsia comum, o que evita contaminação do ar entre os ambientes do núcleo e o ar exterior,

 

–  Adequação necessária à ergonomia e salubridade,  tanto dos servidores quanto dos parentes das vítimas. A equipa da polícia técnico-científica é composta por auxiliares de autópsia, médicos legistas e peritos criminais.

 

– Gerador de energia

Fonte: A A A
Publicado por:


Compartilhe